Dicas de como economizar água no condomínio

A água é essencial para a nossa vida e usada para tudo na nossa rotina. Por mais incrível que possa parecer, é um recurso abundante no planeta e relativamente barato. Por exemplo, um litro de água fornecido pela concessionária custa menos de 1 centavo. Mas o seu uso, cada vez mais intenso e sem controle, e a degradação do meio ambiente vem acendendo um alerta no mundo.

Nos últimos anos, a relação “uso x disponibilidade” reduziu drasticamente, fazendo com que determinadas regiões tomassem medidas drásticas em muito custosas para a manutenção da habitabilidade e da rotina das pessoas.

Contudo, essa consequência ainda pode ser evitada caso a população mude seus hábitos e tome medidas simples nas atividades rotineiras. Muitas vezes, questões simples fazem muita diferença, permitindo, inclusive, uma redução drástica na conta paga pela família ou condomínio.

Confira algumas dicas objetivas para a redução de consumo de água na sua casa e no condomínio:

1 – Ter horários para regar os gramados.
A grama deve ser regada em períodos que não se tem a presença forte do sol, pois evita a evaporação causada pelo calor.

2 – Reaproveitar a água do banho.
É bem comum deixar a torneira aberta até que venha a água quente. Para evitar este desperdício, é interessante coletar esta água fria. Desta forma, esta água poderá ser reaproveitada em alguma limpeza, ou até mesmo substituir a descarga do vaso sanitário.

3 – Banho adequado.
Para que haja economia de água, é aconselhável banhos custos e que a pessoa se ensaboe com o registro fechado, tornando a abrir apenas na hora do enxágue.

4 – Uso da máquina de lavar roupa / louça
É aconselhado utilizar a máquina de lavar roupa ou louça quando estiver cheia, e não para lavar apenas algumas peças de roupa.

5 – Escovando os Dentes / Lavando a louça
Só se deve abri-la quando for fazer o bochecho após a escovação dos dentes. No caso da louça, o registro só deve ser aberto para o enxágue de todo conteúdo que fora ensaboado e escovado anteriormente. Jogue os restos de comida no lixo.

6 – Xixi no banho
Fazer xixi no banho pode economizar muitas descargas desnecessárias.

7 – Lavando frutas, verduras e legumes
Ao lavar frutas, verduras ou legumes, utilize uma panela de água e economize gastos com a torneira aberta. A mesma água pode ser utilizada para regar as plantas.

8 – Uso de aeradores no bico das torneira.
Ao colocar sistemas de controle de fluxo de água – ou aeradores – no bico das torneiras, esse valor pode chegar a menos de 2 litros por minuto, ou seja, uma economia de pelo menos 60%.

9 – Lavar o carro com balde
Utilizando um balde, os gasto com a limpeza do carro ficam muitas vezes menor do que com mangueira aberta.

10 – Regar as plantas com regador ao invés de mangueira
Além da dica de utilizar a mesma água que foi usada para lavar as frutas e verduras, substituir a mangueira por um regador também é uma boa medida para economizar.

11 – Vazamentos.
Fique atento com a estrutura hidráulica da sua residência, principalmente o pinga pinga das torneiras, o obturador e a boia da caixa acoplada que, muitas vezes, vazam de forma imperceptível, mas causando grande prejuízo no longo prazo.

12 – Limpeza de chão e áreas externas.
Varra antes para retirar a sujeira mais grossa e depois use pouca água com balde e não mangueiras.

13 – Reaproveitamento de água.
O condomínio pode instalar sistemas de reaproveitamento da água de chuva e ar condicionado para regar as plantas e limpeza de calçada.

14 – Instalação de hidrômetros individuais.
Dependendo da disponibilidade física do condomínio, a instalação de hidrômetros individuais pode auxiliar no controle das famílias e identificar possíveis vazamentos.

15 – Promover campanhas regulares com os moradores.
É essencial que o condomínio torne público o gráfico de consumo e chame todos os moradores a responsabilidade de economizar.


Assine a nossa newsletter e receba as nossas publicações no seu e-mail
com reportagens, cotações, oportunidades e muito mais: